Ads Top

Moradores do Cabuís pedem a volta do ônibus para a Central

Desde janeiro de 2014, quando a empresa de ônibus Master, que operava a linha 152, ligando Nilópolis à Central do Brasil, os moradores do bairro Cabuís e região próxima, estão clamando para que a empresa ou alguma outra retorne com a única opção para levar os moradores até os bairros da Pavuna e outros que ficam ao longo da Via Dutra e da Avenida Brasil.

De acordo com os usuários, a empresa operava a linha com número reduzido de ônibus, chegando o intervalo entre eles ser superior à 1h, porém, mesmo assim, o atendimento era bom e os passageiros já sabiam os horários em que os ônibus passavam. "Chegava no ponto às 6h e ele passava pontualmente. Quando acabou passei a ser obrigada a pegar um ônibus para o Centro de Nilópolis e depois mais um para finalmente chegar em Bonsucesso. Antes acordava uma hora mais cedo, pois o ônibus passava a duas ruas de onde moro. Agora além de caminhar, ainda viajo em ônibus sem nenhum conforto", reclama Sueli Fernandes.




A linha 152 também era importante para quem precisava usar o Metrô. Era a única opção do bairro e a mais rápida até mesmo para quem mora no Centro de Nilópolis. "A 152 era rápida, ia pela Via Light, agora só restaram linhas que demoram muito no trajeto", reclamou Luis Mendonça.

A Master assumiu a linha 152 em agosto de 2013, quando o DETRO cassou a empresa Turismo Trans1000. Assim como a Master, as empresas Nilopolitana, Blanco, Nossa Senhora da Penha e Vera Cruz também foram chamadas para operar as linhas que eram da Trans1000. Apenas a Master desistiu da 152 e da 120, outra linha que ligava Nilópolis à Central e passava por Mesquita.





Segundo a empresa Master Transportes Coletivos de Passageiros, que tem sede em São João de Meriti, as linhas foram desativadas por falta de passageiros e o DETRO, órgão responsável pela fiscalização das linhas intermunicipais, confirmou a informação sem dar esperanças de retorno da linha.




Nenhum comentário:

E você, o que acha deste tema? Fique a vontade para expressar sua opinião, mas não utilize ofensas nem palavras impróprias, pois seu comentário será removido.

Tecnologia do Blogger.