Ads Top

Cuidado: Golpe da recompensa está sendo aplicado em Nilópolis

Uma nova modalidade de golpe está sendo aplicado em Nilópolis. O "Golpe da Recompensa", como vem sendo apelidado, já fez diversas vítimas no país e agora parece que os espertalhões também estão querendo fazer o mesmo no município. Só nas últimas duas semanas, quatro pessoas já teriam sido abordadas pelos golpistas.

O golpe funciona da seguinte maneira: O golpista, geralmente, bem vestido e com boa aparência fica na fila de um banco ou de uma casa lotérica e deixa cair um cheque ou dinheiro no chão, de valor alto. Os golpistas, procuram fazer isso sempre na frente de pessoas humildes e de boa índole, na maioria dos casos, o alvo são pessoas idosas.

Próximo a vítima está um outro golpista, que na maioria dos casos, está vestido de forma mais humilde. Quando a vítima se abaixa para pegar o dinheiro ou o cheque, esse outro golpista, procura sensibilizar a vítima para que devolva o cheque ou o dinheiro. Na maioria dos casos, a vítima entrega o cheque ou o dinheiro ao seu dono, que de forma educada, procura agradecer muito, mas muito mesmo, faltando pouco se ajoelhar e mostrar a "imensa" gratidão. Neste momento, o outro golpista, entra na conversa diz que ele também “ajudou a achar”.





O suposto dono do pertence mostra a ambos que o perdido era um cheque ou um bolo de dinheiro de um grande valor, geralmente acima de R$ 10 mil, e inicia uma história triste sobre a importância daquele dinheiro e que tal ajuda, não pode ficar sem um agradecimento. Nesses agradecimentos ele dirá que tem que lhes recompensar de alguma forma, no qual ele diz ter uma empresa ou uma loja e quer lhes dar algum produto deste comércio, como forma de recompensa.

Após buscar o convencimento, o golpista convida a vítima e o comparsa para irem até um endereço, geralmente, nas proximidades do banco e em algum prédio ou galeria sem muito movimento. Ele pede pra que a vítima e o outro aguardem na esquina pra que ele vá lá buscar o objeto prometido, ele diz que não pode chegar com os dois lá porque senão o pai dele ficará muito assustado.




A vítima fica junto do comparsa aguardando a tal recompensa e neste momento, para puxar assunto, o comparsa se mostra muito calmo e tranqüilo, tanto que ele abre uma “pochete” (Bolsa pequena) que está cheia de dinheiro e ele diz que trabalha pra uma empresa e faz serviços bancários. Minutos depois volta o outro golpista e diz que não conseguiu o produto prometido, mas que tem um “recibinho” que vale uma mercadoria ou 100 reais em dinheiro. E que cada um deve ir buscar pessoalmente no local, que supostamente fica na mesma rua. O comparsa se oferece a ir primeiro buscar o dinheiro enquanto a vítima terá de aguardar com o golpista. Antes de ir o comparsa deixará com a vítima a tal “pochete” com o monte de dinheiro, para passar confiança.




Minutos depois volta ele com 100 reais na mão e diz que agora é a vez da vítima, porém o golpista diz pra ele lhe fazer um favor que é entregar o cheque de 12 mil ao pai dele que está lá no tal lugar e trazer um boleto que ele tem que pagar no banco. Pra garantir que a vítima vai voltar ele lhe pede que deixe algum pertence como celular, carteira, dinheiro, etc.

Iludido pela ganância de pegar os 100 reais a vítima acaba nem pensando em nada, entrega seus pertences a ele. E quando a vítima voltar, ambos já foram. Aliás quando a vítima chega ao suposto local pra buscar os 100 reais, vê que não há nada lá.

Quem já foi abordado ou acabou caindo no golpe, diz que a história toda é bem feita e que para quem não conhece esse golpe é difícil de duvidar. Fica o alerta.



Nenhum comentário:

E você, o que acha deste tema? Fique a vontade para expressar sua opinião, mas não utilize ofensas nem palavras impróprias, pois seu comentário será removido.

Tecnologia do Blogger.