Ads Top

Beija-Flor de Nilópolis já tem seu samba para o Carnaval 2017

Terminou na manhã desta sexta-feira, 21, a final da escolha do samba para Carnaval 2017 da Beija-Flor de Nilópolis. A festa, que entra para a história como uma das mais competitivas, foi maravilhosa, digna da azul e branca nilopolitana.
Após quase quatro horas de apresentações, a parceria de Claudemir, Maurição, Ronaldo Barcellos, Bruno Ribas, Fábio Alemão, Wilson Tatá, Alan Vinicius, favorita desde o início da disputa, confirmou a vantagem e venceu o duelo com as demais três obras finalistas. A composição é a primeira a contar com integrantes de segmentos e funcionários da Beija-Flor a compor um samba-enredo. Betinho Santos, cavaco da escola e Alan Vinicius, violão da agremiação, se juntaram a Bruno Ribas, um dos mais importantes cantores do carnaval, e demais parceiros, para compor a obra campeã. Foi a primeira vez de todos da parceria como campeões na agremiação nilopolitana.




O início da apresentação do samba campeão já demostrava a preferência da comunidade. Sabendo do potencial da composição, os cantores deixaram que a torcida e o público presente cantassem as duas primeiras passadas. Não houve um só momento em que os camarotes não se agitassem com a letra. Até a porta-bandeira Selminha Sorriso, entoou o samba, assim como torcedores de outras composições, que as vezes discretamente sem tanta discrição assim, engrossaram o coro. Uma demostraram que Laíla estava correto ao iniciar a apresentação dos sambas por ele, para saber a reação do público.

OUÇA O SAMBA CAMPEÃO





Em entrevista ao site Carnavalesco, o compositor Alan Vinicius, disse que a "ficha ainda não havia caído" e comemorou demais a conquista na inédita na Beija-Flor. "Antes de tudo, eu preciso agradecer a minha mãe, Ana Maria, e meu pai, João da Paz, que em anos participando dessa escola, nunca conseguiu ganhar um samba, e hoje ele não veio, com medo de se emocionar demais, e eu ganhei. Acabou pai, deu Jureme! E vai dar Jureme na avenida. É a primeira vez que eu escrevo um samba. O refrão Jureme é tão forte que até quem não gosta de samba-enredo vai cantar esse samba. A gente resolveu apostar em uma pegada diferente, uma linha um pouco diferente do que a Beija-Flor costuma fazer, e deu certo. Saímos da receita de bolo tradicional, e apostamos no novo, mas com algumas pegadas mais antigas que farão o povo cantar esse samba o ano inteiro. Foi uma disputa muito dura, muito mesmo, mas independente de tudo que tenha acontecido, aqui a gente viu quem é campeão, que não é. Foi uma disputa muito rígida, mas a vitória é nossa. Meu primeiro samba-enredo", afirmou Alan.




Ainda em entrevista ao site Carnavalesco, Laíla, diretor de carnaval, confirmou o que todos haviam notado, a linha melódica bem diferente da que vinha sendo adotada pela escola nos últimos carnavais. "Primeiro: há a necessidade agora de muito trabalho. Temos um samba muito bom, mas é preciso trabalho agora. Nós estamos nos propondo a fazer um carnaval completamente diferente, saindo da linha da Beija-Flor, porque esse samba não costuma ser a linha da escola. Mas escolhemos o samba que nós precisávamos, que nós queríamos, e vamos falar de Iracema, e esse samba é perfeito para isso. E vamos fazer tudo que temos que fazer a partir de agora da melhor maneira possível. E com esse samba um pouco diferente, eu posso garantir que a Beija-Flor vem com muita novidade para o carnaval", afirmou Laíla.




Nenhum comentário:

E você, o que acha deste tema? Fique a vontade para expressar sua opinião, mas não utilize ofensas nem palavras impróprias, pois seu comentário será removido.

Tecnologia do Blogger.