Ads Top

Reabertura do Cemitério de Nilópolis depende da Justiça

O Cemitério Municipal de Nilópolis, está fechado desde o último dia 10. A prefeitura informou que não há mais condições de realizar enterros devido à capacidade exaurida do espaço. Para que o cemitério possa ser reaberto, segundo a prefeitura, está nas mãos da Justiça. Um processo de licitação foi aberto para escolha de uma empresa que ficaria responsável pela reforma do imóvel, já que o investimento inicial, segundo a prefeitura, era inviável aos cofres públicos. Mas a juíza da 2ª Comarca de Nilópolis suspendeu a ação por tempo indeterminado.

O cemitério, localizado no bairro de Olinda, é o único estatal do município e possui atualmente 7.334 sepulturas, sendo 1.872 próprias. De acordo com a Secretaria de Fazenda, responsável pela administração do cemitério, foram concedidas cerca de 195 isenções nas taxas de sepultamento entre janeiro e setembro de 2016. Em média, foram realizados cerca de 88 sepultamentos mensais no período.

Na decisão que suspende a licitação, a juíza Ane Cristine Scheele Santos afirma que “há indícios suficientes de que os serviços funerários e cemiteriais seriam concedidos em conjunto, o que poderá limitar muito a participação de terceiros no procedimento licitatório”.

Enquanto a briga judicial se arrasta, a população nilopolitana fica sem poder enterrar seus entes queridos em sua cidade e até mesmo as visitas estão prejudicadas. Segundo Roberto Melo, nem mesmo os proprietários de jazigos tem acesso ao cemitério. "Pelo menos 20 exumações e sepultamentos deixaram de ser realizados. Na prefeitura ninguém dá satisfação aos munícipes", disse.




Nenhum comentário:

E você, o que acha deste tema? Fique a vontade para expressar sua opinião, mas não utilize ofensas nem palavras impróprias, pois seu comentário será removido.

Tecnologia do Blogger.