Ads Top

Servidores da Saúde fazem nova manifestação contra o Prefeito de Nilópolis

Servidores da Secretaria Municipal de Saúde, fazem na manhã desta quinta-feira, dia 20, um novo ato contra o prefeito Alessandro Calazans. Com um carro de som, cantando e gritando palavras de ordem, eles ocupam parte da Rua Pedro Álvares Cabral, em frente à sede da Prefeitura.

Este é o segundo ato realizado pelos servidores após a publicação do decreto municipal que exonerou centenas de cargos comissionados e contra a redução em até 50% dos salários dos servidores da categoria.

Os servidores denunciam que a situação da Saúde em Nilópolis está a beira de um colapso e que o fechamento da UPA Pediátrica do município, diferente do que alega a prefeitura, seria por falta de profissionais, já que vários médicos e profissionais de saúde teriam sido demitidos ou estão parados por conta da redução dos salários.




"Nosso ato é para chamar a atenção contra as medidas irresponsáveis desse prefeito. Ele perdeu a eleição e logo no dia seguinte começou a mandar vários profissionais embora e em seguida, tirou as gratificações de quem ficou. Tem médico que recebeu apenas R$ 100 no último pagamento. O serviço nos postos de saúde e na UPA está prejudicado e a tendência é piorar mais e pode atingir ainda o Hospital JK. Não é uma briga só por causa de salário. É uma briga pelo atendimento à população e pelo respeito a categoria", disse uma servidora.




Guardas Municipais fizeram bloqueio

O que chamava a atenção era o forte aparato de Guardas Municipais empregado pela Prefeitura. Eram cerca de 10 agentes que formaram uma espécie de "paredão" na porta da sede. Até mesmo funcionários e contribuintes que precisavam entrar no prédio tinham dificuldade de passar, bem diferente do ato dos servidores, que passivamente, ficaram ao lado da portaria e não prejudicavam a entrada ou a saída de servidores ou contribuintes.




Nenhum comentário:

E você, o que acha deste tema? Fique a vontade para expressar sua opinião, mas não utilize ofensas nem palavras impróprias, pois seu comentário será removido.

Tecnologia do Blogger.