Ads Top

Beija-Flor de Nilópolis apresenta alegorias de campeã

Mais uma vez a Beija-Flor de Nilópolis faz seu desfile já com o dia claro. Última agremiação a desfilar neste domingo de Carnaval, a azul e branco levantou a Marquês de Sapucaí revivendo o romance ‘Iracema’, de José de Alencar.

Inovadora, a Beija-Flor não teve a divisão de seu desfile setorizada através das tradicionais alas. Como se fosse uma grande tribo, a escola de Nilópolis exibiu diferentes grupos no decorrer de seu desfile, além das grandiosas alegorias representando índios.




Para os especialistas, apesar do enredo ter sido bem desenvolvido, tornou-se difícil de avaliar e mostrou-se incompreendido pelo grande público. Outro quesito que poder pesar contra a escola, a Evolução da azul e branca apresentou pequenas falhas em seu desfile. Com 51 minutos de desfile, os componentes tiveram que acelerar a sua passada, fazendo com que algumas alas praticamente corressem pelo módulo 1 de julgadores. O carro abre-alas teve dificuldade para passar pela torre de TV, próximo ao quarto módulo de jurados, o que atrapalhou o bom andamento do desfile.


Impecável nos outros quesitos, os especialistas garantem a Beija-Flor como uma das favoritas ao título, ao lado, por enquanto, de Salgueiro e Grande Rio. Lembrando, que hoje à noite mais seis escolas encerram os desfiles do Grupo Especial. A apuração das notas dos jurados será na quarta-feira (01), a partir das 16h.



Nenhum comentário:

E você, o que acha deste tema? Fique a vontade para expressar sua opinião, mas não utilize ofensas nem palavras impróprias, pois seu comentário será removido.

Tecnologia do Blogger.