Ads Top

Campanha da Fraternidade deste ano é lançada em Nilópolis

Com o tema “Fraternidade: Biomas Brasileiros e Defesa da Vida” e o lema "Cultivar e guardar a Vida", a Diocese de Nova Iguaçu lançou na manhã deste sábado (04), no Parque Municipal Natural do Gericinó, em Nilópolis, a Campanha da Fraternidade 2017.



Logo no início da manhã, nas ruas que davam acesso ao parque, era possível encontrar fieis se dirigindo ao portão de entrada. Eles chegavam em caravanas, carros particulares, transportes públicos ou até mesmo a pé. Em várias ruas, agentes de trânsito e brigadistas voluntários orientavam acerca do melhor caminho para se chegar ao parque. Ao todo foram cerca de 4 mil pessoas vindas de Paracambi, Japeri, Nova Iguaçu, Queimados, Belford Roxo, Mesquita e Nilópolis. Ao total, o evento recebeu fiéis de 51 paróquias e 480 comunidades, algumas delas vieram em 45 ônibus usados nas caravanas.






Quem chegava ao parque era acolhido pela Banda da Brigada de Incêndio Florestal e Ambiental, que sob a regência do maestro Paulo Henrique, tocava hinos religiosos e sucessos da música popular brasileira. Além do som, o visual do parque agradava a quem chegava ao local, diga-se de passagem, a maioria esmagadora não conhecia o parque. "Confesso que a imagem que eu tinha daqui era de algo perigoso, mas assim que desci do ônibus vi esse visual maravilhoso e agora posso testemunhar para outras pessoas que aqui é um lugar lindo, maravilhoso e muito tranquilo", disse Maria de Fátima, moradora de Nova Iguaçu.

Por volta das 8h, o evento teve seu início com a execução do Hino Nacional pela Banda da Brigada de Incêndio Florestal e Ambiental, em seguida o secretário de Cultura de Nilópolis, Antônio Costa, deu as boas vindas aos presentes e contou um pouco da história da região, inclusive citando a intima relação com o povo indígena, cujo nome é uma corruptela de Iarí-Airy (“em cima, no alto”) e Cin-ó (“liso e fechado”), ou seja, “morro liso e fechado”. Em seguida, o grupo de idosos do Projeto Viva Bem, de Nilópolis, fez uma belíssima apresentação de dança, ao som do hino da campanha da fraternidade deste ano.






Após algumas orações, o bispo da Diocese de Nova Iguaçu, Dom Luciano Bergamin, agradeceu a todos aqueles que trabalharam para que o evento pudesse ser realizado, principalmente a parceria entra a Igreja e o poder público, através do prefeito Farid Abrão e sua esposa e vice-prefeita Dona Jane. Dando prosseguimento, conclamou a todos a ajudar na preservação do parque, que chamou de "pulmão da Baixada", assim como é a Reserva Biológica de Tinguá, em Nova Iguaçu.

Finalizando sua fala inicial, Dom Luciano convidou a todos para uma breve caminhada até o interior do Parque, onde presidiu uma missa campal alusiva ao tema da Campanha da Fraternidade, que contou ainda com a participação do teólogo, escritor e professor emérito de Ética, Filosofia da Religião e Ecologia na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Leonardo Boff, que falou da importância da Natureza, da Vida e de sua proteção, além de Índios das etnias Fulniôs, Anambés e Guajajaras, que conduziram ao altar o ofertório, com frutos da terra.

Ao final da cerimônia, 40 mudas de quaresmeiras foram plantadas no Parque, por representantes de diversos segmentos da sociedade, simbolizando o período da Quaresma, que se iniciou na quarta-feira de cinzas.



Além de diversas autoridades religiosas da Igreja Católica, incluindo o bispo Dom Luciano Bergamin, estiveram presentes o prefeito de Nilópolis, Farid Abrão, a vice-prefeita, Jane David, o deputado federal e coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista, Alessandro Molom, o também deputado federal e ex-prefeito de Nilópolis, Simão Sessim e o secretário de Meio Ambiente de Nova Iguaçu, Fernando Cid.







Bióloga doou mudas de plantas nativas

Paralelo ao evento, em uma tenda montada no parque, a bióloga e tecnóloga em Gestão Ambiental, Maria de Fátima Alexandre, expôs animais taxidermizados e exemplares da biodiversidade marinha brasileira, cedidos pelo Museu Nacional, além de mudas de plantas nativas dos biomas brasileiros, que ao final da missa, foram doadas ao presentes. As 800 mudas foram conseguidas através de doação junto à Cedae e a Universidade Rural do Rio de Janeiro.

A exposição chamou a atenção de todos, principalmente da criançada, que usou e abusou dos conhecimentos da bióloga, que atendia a todos pacientemente. Quem quiser maiores informações sobre o projeto, basta entrar em contato com Maria de Fátima, através do email biofatimaalexandre@gmail.com.


Organização mereceu elogios

O primeiro grande evento da gestão do prefeito Farid Abrao recebeu elogios de quem esteve na manhã deste sábado. Com uma estrutura preparada para acolher os visitantes, a Prefeitura de Nilópolis atuou desde as primeiras horas da manhã no recebimento dos ônibus, que traziam os fiéis, além de organizar o estacionamento de veículos, tanto dentro, quanto nos arredores do Gericinó. As caravanas eram orientadas por agentes de trânsito e brigadistas voluntários, que estavam nos principais acessos do município.



Dentro do parque, as secretarias de Segurança Pública, Defesa Civil, Saúde, Transporte, Serviços Públicos e Meio Ambiente, montaram bases de apoio e assistência ao público presente. Além das instituições municipais, policiais do 20º BPM (Mesquita) e do Comando de Policiamento Ambiental (CPAm), ajudaram a manter a segurança e a ordem no parque. A saída também contou com a mesma organização na orientação do deslocamento das caravanas e dos fiéis.



Nenhum comentário:

E você, o que acha deste tema? Fique a vontade para expressar sua opinião, mas não utilize ofensas nem palavras impróprias, pois seu comentário será removido.

Tecnologia do Blogger.