Ads Top

Passageiros vão voltar a sofrer na linha Barra - Nilópolis

A alegria do nilopolitano em contar com um melhor serviço na operação da linha 420T (Nilópolis x Barra da Tijuca) durou pouco.

O Departamento de Transportes Rodoviários (Detro), acatando determinação judicial, autorizou o retorno da empresa Expresso Cruzeiro do Sul a operar a linha.

A decisão é válida desde a 0h desta quarta-feira (05/04) e suspende pelo período de 30 dias, os efeitos da declaração de caducidade da empresa determinada pelo órgão. Por conta disso, a empresa Nilopolitana não poderá operar a linha até que a liminar seja cassada.







Entenda o caso

Com um histórico de reclamações sobre os serviços que vinha prestando na linha 420T, a empresa Cruzeiro do Sul teve a concessão considerada caduca pelo Departamento de Transportes Rodoviários (Detro), autorizando a empresa Nilopolitana a operar a linha em caráter emergencial.

A amarelinha de Nilópolis iniciou a sua operação nesta terça-feira (04), porém, ao longo do dia, advogados da empresa Cruzeiro do Sul deram entrada na Justiça e conseguiram obter a liminar, obrigando a saída da Nilopolitana e o retorno da Cruzeiro.






Passageiros estão revoltados

A decisão da Justiça não agradou em nada aqueles que dependem da linha. Nas ruas a revolta era enorme. Quem chegou ao Terminal Rodoviário de Nilópolis se surpreendia com os velhos ônibus da Cruzeiro do Sul. "Olha a diferença, ontem viajei em ônibus com ar geladinho e a viagem tinha sido excelente, agora tenho que voltar a viajar nessas sucatas", disse o vendedor Carlos França.






Em outro ponto do município, na Rua Getúlio de Moura, a farmacêutica Alice Ferreira, também foi pega de surpresa e não gosto nada. Ao ser informada pela nossa equipe sobre o que realmente havia acontecido, ela disparou "E Juiz por acaso anda de ônibus? Manda vir aqui e sentir o que a gente vive todos os dias", disse.




Nenhum comentário:

E você, o que acha deste tema? Fique a vontade para expressar sua opinião, mas não utilize ofensas nem palavras impróprias, pois seu comentário será removido.

Tecnologia do Blogger.